Experiência de familiares no cuidado em saúde mental (Experience in family care in mental health)

Maria Wanderleya de Lavor Coriolano

Resumo


compreender como repercute a problemática do transtorno mental na vida de familiares e cuidadores dos usuários do CAPs de Acopiara-Ceará. Estudo exploratório-descritivo, qualitativo que utilizou entrevistas semi-estruturadas como instrumento de coleta de dados. Resultados: Os dados revelaram que a mulher continua sendo socialmente responsável pelo suprimento das demandas afetivas e de cuidado dos membros familiar, inclusive dos portadores de transtorno mentais. Apontaram dificuldades no papel de cuidadoras, por não receberem informações e apoios necessários para a prestação do cuidado. Considerações finais: Conhecer e compreender a dinâmica familiar dessas famílias constitui-se forte estratégia para melhoria da assistência em saúde mental e promoção da qualidade de vida desses usuários.

 

ABSTRACT – To understand how it impacts the problem of mental disorder in the lives of family members and carers of users of PACs Acopiara-Ceará. Exploratory-descriptive qualitative study that used semi structured interviews as a tool for data collection. Results: the data reeled that the woman is still socially responsible for supplying the affection demands and caring of family members, including the ones that suffer from mental illness. Difficulties were indicated in the role of caregivers for the care promotion. Final consideration: knowing and understanding the familiar dynamic constitute a strong strategy for improving mental health assistance and promotion of life quality of the users.

Keywords: Family; Caregivers; Mental Health


Palavras-chave


Família; Cuidadores; Saúde Mental

Texto completo:

PDF


Saúde & Transformação Social/Health & Social Change, ISSN 2178-7085, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.