Pesquisa qualitativa: O caminho se faz ao caminhar

Denis William Gripa

Resumo


A partir das experiências vivenciadas enquanto colaborador em uma pesquisa sobre o impacto social do Programa Mais Médicos (PMM) no estado de Santa Catarina, busco neste ensaio acadêmico problematizar algumas questões inerentes à pesquisa qualitativa na área da saúde, em que arrisco algumas contribuições para os pesquisadores que trilham este caminho, com destaque para três questões: a) as potencialidades da escrita ensaística para a exposição dos resultados das pesquisa qualitativas; b) a importância de se conceber todas as fases da pesquisa qualitativa como processos únicos na construção do caminho à ser trilhado, valorizando e compreendendo cada processo como vivo e mutável; e c) a necessidade de uma transcrição de dados que seja realizada com rigor, disposição e trato ético. Na busca por pensar, ler e escrever de outro modo, sem a pretensão de ser conclusivo ou de apontar análises enfadonhas sobre a temática, este ensaio acadêmico é um convite à reflexão sobre os caminhos e horizontes da pesquisa qualitativa.


Palavras-chave


Metodologia Qualitativa; Atenção Primária; Sistema Único de Saúde

Texto completo:

PDF

Referências


Larrosa J. O ensaio e a escrita acadêmica. Educ Real 2003; 28(2): 101-15. Disponível em: http://www.seer.ufrgs.br/index.php/educacaoerealidade/article/view/25643/14981 Acesso em 10.01.2017.

Ribeiro J, Souza DN, Costa AP. Investigação qualitativa na área da saúde: por quê? [Editorial]. Ciênc. saúde coletiva 2016; 21(8): 2324. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/csc/v21n8/1413-8123-csc-21-08-2324.pdf Acesso em 12.01.2017.

Brasil. Lei 12.871, de 22 de outubro de 2013: Institui o Programa Mais Médicos, altera as Leis nº 8.745, de 9 de dezembro de 1993, e nº 6.932, de 7 de julho de 1981, e dá outras providências. Brasília, DF; 2013. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2013/lei/L12871.htm Acesso em: 24.01.2017.

Minayo MCS. O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. 14ª ed. São Paulo: Editora Hucitec; 2014.

Vygotsky LS. Manuscrito de 1929. Traduzido por A. A. Puzirei. Cad. CEDES 2000; ano XXI, n. 71: 21-44. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/es/v21n71/a02v2171.pdf Acesso em: 02.02.2017.

Minayo MCS, Diniz D, Gomes R. O artigo qualitativo em foco [Editorial]. Ciênc. saúde coletiva 2016; 21(8): 2326. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/csc/v21n8/1413-8123-csc-21-08-2326.pdf Acesso em: 12.01.2017

Bourdieu P. A miséria do mundo. Tradução de Mateus S. Soares. 3ª ed. Petrópolis: Editora Vozes; 1999.

Boni V, Quaresma, J. Aprendendo a entrevistar: como fazer entrevistas em Ciências Sociais. Em tese 2005; 1(2): 68-80. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/emtese/article/view/18027/16976 Acesso em: 26.03.2017.




Saúde & Transformação Social/Health & Social Change, ISSN 2178-7085, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.