Formação de docentes para o SUS – um desafio sanitário e pedagógico (Training Teachers for the SUS: A health and pedagogical challenge)

Luise Lüdke, Luiz Roberto Agea Cutolo

Resumo


Considerando o crescimento do campo da educação de profissionais de saúde no Sistema Único de Saúde - SUS nos últimos anos e os investimentos feitos nessa área a partir da Política Nacional de Educação Permanente em Saúde (Portaria 1.996/07), cada vez mais profissionais da saúde assumem a função docente sem um preparo adequado tanto no campo pedagógico quanto no campo sanitário, uma vez que a graduação não prepara para a atuação no serviço público. Neste contexto, o objetivo foi desenvolver competências sanitárias e metodológicas nos profissionais de saúde da Secretaria Estadual de Saúde/SES – Tocantins para atuação docente em saúde por meio da realização de quatro oficinas que contaram com a participação de 8 profissionais de saúde que atuam como docentes num determinado curso oferecido pela SES – TO. O conteúdo das oficinas foi analisado a partir das categorias epistemológicas de Fleck ([1935] 1979), utilizando-se a abordagem qualitativa. Foi possível identificar quatro Blocos Temáticos de Análise que culminaram em cinco conclusões: 1) a ação educativa só tem sentido se promover a discussão do modo de ver e conceber na prática o processo saúde-doença; 2) ensinar, dentro do SUS, é introduzir no Estilo de Pensamento (EP) da Integralidade; 3) a formação de docentes para o SUS deve promover a troca do EP biomédico para o integral no campo sanitário, e do EP tradicional para o progressista no campo pedagógico; 4) a prática docente pode tanto intencionar a complicação de um EP quanto mantê-lo; 5) a formação de docentes para o SUS deve propiciar a criação de um coletivo de pensamento. Contribuiu-se com o registro de uma experiência piloto de curso de formação docente em saúde com vistas às competências sanitárias e pedagógicas e com a proposta de uma matriz, baseada nos resultados da pesquisa, que sirva de referência para construção curricular de cursos de qualificação para docentes do SUS.

 

ABSTRACT – In view of the growth in the area of education for health professionals in the Brazilian National Health Service (SUS) in recent years, and the investments made in this area as a result of the National Policy for Continuing Education in Health (Decree 1996/07), increasing numbers of health professionals are assuming a teaching role without having adequate preparation in areas of pedagogy or health, since the graduation courses do not prepare them to work in the public service. In this context, the objective of this work was to develop abilities in the areas of health and teaching methodology among health professionals of the Tocantins State Health Department, through four workshops which were attended by eight health professionals acting as teachers on one of the courses offered by the Tocantins State Health Department. The content of the workshops was analyzed based using Fleck’s epistemological categories (*1935+ 1979), with a qualitative approach. It was possible to identify four Thematic Analysis Blocks, culminating in five conclusions: 1) The educative action only has meaning if it promotes reflection on the ways people see and conceive the health-sickness process; 2) To teach, within the SUS, is to introduce a holistic way of thinking; 3) The training of teachers for the SUS should promote a move away from a Biomedical way of thinking towards a holistic one, within the field of health, and from a traditional way of thinking to a Progressive one, within the field of pedagogy; 4) The teacher’s practice may intentionally complicate or maintain a way of thinking; 5) The training of teachers for SUS should lead to the creation of a collective way of thinking. This research contributes to the development of a pilot experiment of the course in teacher training for healthcare, based on health and pedagogical competencies, and proposes a matrix, based on the research results, that will serve as a reference for the curricular creation of courses for the qualification of teachers within the SUS.

Keywords: Unified Health System; Education, Professional; Public Health


Palavras-chave


Sistema Unico de Saúde; Educação Profissionalizante; Saúde Pública

Texto completo:

PDF


Saúde & Transformação Social/Health & Social Change, ISSN 2178-7085, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.