A cogestão e a inclusão na formação de apoiadores da Política Nacional de Humanização nos territórios do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo [Co-management and inclusion in the supporters’ training of the National Humanization Policy in the...]

Marta Verdi, Tatiana Lucia Caetano, Luísa Milano Navarro, Renata Flores Trepte

Resumo


A partir de um recorte da pesquisa Formação em Humanização do SUS: Avaliação dos efeitos dos processos de formação de apoiadores institucionais na produção de saúde nos territórios do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo, o presente artigo visa mostrar uma análise acerca da temática da “Cogestão” e “Inclusão” em três cursos de formação para apoiadores da Política Nacional de Humanização da Atenção e Gestão do SUS (PNH), realizados entre os anos de 2008 e 2010. Trata-se de uma pesquisa avaliativa participativa de quarta geração, qualitativa e de caráter institucional multicêntrico, desenvolvida entre os anos 2011 e 2014. A coleta de dados deu-se em três etapas: análise documental dos Planos de Intervenção (PIs) produzidos pelos apoiadores ao final do curso; aplicação de questionários eletrônicos e entrevistas e grupos focais com os apoiadores. No processo de análise dos dados, evidenciou-se a categoria exercício da cogestão-inclusão experimentada no processo formativo da PNH cujo objetivo foi compreender o modo como ocorreram e foram percebidos os processos de Cogestão e Inclusão durante e após o processo de formação, para os apoiadores. Os resultados indicaram que os cursos propiciaram disparar reflexões sobre a importância da cogestão e da inclusão no cotidiano de trabalho, entretanto sem que os apoiadores conseguissem avançar para mudanças significativas nos modos de gestão, entendendo que a cogestão e a inclusão são modos de valorização dos sujeitos. A figura do gestor é citada, em diversos momentos, como importante ator no processo, sendo associado tanto ao avanço quanto ao retrocesso. Houve movimento interno das equipes, onde as reuniões de discussão de casos foram apontadas como momento de encontro e discussão. Conclui-se que não houve mudança significativa nos modos de gestão nos territórios dos apoiadores e que a inclusão foi realizada de forma frágil e ainda projetada para o futuro.

ABSTRACT - The study started from a research outline about Humanization Training of SUS: Effects assessment of training processes of institutional supporters on health production in the territories of Rio Grande do Sul, Santa Catarina and São Paulo. It presents an analysis on "Co-management" and "Inclusion", in three training courses, for supporters of the National Policy on Management and Care Humanization of SUS (PNH) performed between 2008 and 2010. Participatory and evaluative research of the fourth generation, with qualitative and multicentric institutional nature, developed between 2011 and 2014. Data collection was carried out in three steps: document analysis of Intervention Plans (PIs) produced by the supporters at the end of the course, application of electronic questionnaires-interviews and focus groups with the supporters. In the process of data analysis, the category exercise of co-management, experienced in the training process of PNH, became evident. The goal was to understand how the processes of Co-management and Inclusion occurred and were noticed, during and after the training process, for the supporters. Results indicated that the courses triggered reflections on co-management and inclusion importance, on daily work. However, supporters could not get significant changes in the management modes, understanding that co-management and inclusion are individuals’ ways of valuing. The manager’s figure is quoted several times as an important actor in the process and associated with both progress and backlash. There was an internal movement of teams, and meetings for cases discussion were pointed out as moments of encounter and discussion. It was possible to conclude there was no significant change on management modes in the supporters’ territories, and inclusion was performed in a fragile way and still projected for the future.
Keywords: Assistance Humanization; Health Management; Health Policy; Unified Health System


Palavras-chave


Humanização da assistência; Gestão em saúde; Política de Saúde; Sistema Único de Saúde.

Texto completo:

PDF/A


Saúde & Transformação Social/Health & Social Change, ISSN 2178-7085, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.