Medicalização e Gestão do Cuidado em Saúde [Medicalization and Management of Health Care]

Gustavo Corrêa Matta

Resumo


Partindo da referência de alguns autores sobre o conceito de medicalização, este ensaio crítico pretende refletir sobre a temática destacada no Documentário Solitário Anônimo de Débora Diniz e suas repercussões para o cuidado em saúde. O trabalho enfatiza as práticas disciplinares ainda presentes no cuidado em saúde, bem como, procura enfatizar os dispositivos biopolíticos em jogo nas políticas sociais e nas instituições de saúde. Por fim, partindo da crítica aos limites do conceito de medicalização procura discutir as alternativas pautadas no direito à vida e à saúde como uma forma de construção dos sujeitos contemporâneos e das políticas públicas que pretendem defender esse direito.

 

ABSTRACT - Based on the reference of some authors about the concept of medicalization, this critical essay aimed to reflect on the themes highlighted in Documentary Solitary Anonymous of Deborah Diniz and its repercussions for health care. The work emphasizes disciplinary practices still present in health care as well, seeks to emphasize the biopolitical dispositives into play in social policies and health institutions. Finally, starting from the limits of the concept of medicalization the work discusses alternatives grounded in the right to life and health as a form of construction of contemporary subjects and public policies that aim to protect that right.

Keywords: Medicalization; Biopolitics; Health Care; Politics of Life.



Palavras-chave


Medicalização; Biopolítica; Cuidado em Saúde; Políticas da Vida.

Texto completo:

PDF/A


Saúde & Transformação Social/Health & Social Change, ISSN 2178-7085, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.