Pesquisa ação na perspectiva da Saúde Coletiva: relato de experiência da formação de agentes comunitários da saúde para o enfrentamento do consumo prejudicial de drogas [Action research in the collective health perspective: report of experience of...]

Luciana Cordeiro, Cassia Baldini Soares, Celia Maria Sivalli Campos

Resumo


O objetivo deste estudo é apresentar a metodologia da pesquisa-ação de caráter crítico, por meio da descrição de processo educativo, desenvolvido com agentes comunitários de saúde, na temática do consumo prejudicial de drogas. Partiu-se dos fundamentos epistemológicos da Saúde Coletiva, na vertente do materialismo histórico e dialético (MHD). Compuseram a dimensão teórica a pedagogia histórico-critica, à qual se agregou ensinamentos de Freire, como matriz do processo educativo sob investigação; e os conceitos de droga como mercadoria, produtora de lucro, e de consumo prejudicial de drogas como consequência das atuais formas de reprodução social. Foram desenvolvidas 9 oficinas emancipatórias, com 18 agentes comunitários de saúde de quatro Unidades Básicas de Saúde de uma região periférica de São Paulo. Descreve-se o desenvolvimento de cada uma das oficinas de acordo com os temas, objetivos e estratégias de cada uma. A análise das etapas mostra que a pesquisa-ação de caráter crítico é uma modalidade de investigação que alia a exposição do objeto a processos de transformação da realidade, neste caso, mediado pela crítica que o processo educativo incentiva. Trata-se, portanto, de um tipo de pesquisa coerente com os pressupostos epistemológicos da Saúde Coletiva, na vertente do MHD.

ABSTRACT - This study aims to present the methodology of critical action research through the description of an educational process, developed with community health workers concerning harmful drug consumption. The study adopted the epistemological foundations of Collective Health - the dialectical and historical materialism (DHM). The theoretical dimension was composed by critical historical pedagogy, to which we added teachings of Freire, and the concepts of drug as a commodity, profit-producing, and harmful drug consumption as a result of the current forms of social reproduction. Nine emancipatory workshops were developed with 18 community health workers from four Basic Health Units in a peripheral region of São Paulo. We describe the development of the workshops according to themes, objectives and strategies of each. The analysis shows that action research is a critical mode of research that combines the exposure of the object to processes of transformation of reality, in this case mediated by the critics that the educational process encourages. It is, therefore, a type of research consistent with the epistemological assumptions of Collective Health, and the DHM.

Keywords: Community Health Workers; Substance-Related Disorders; Education, Continuing; Qualitative Research; Action Research.


Palavras-chave


Agente comunitário de saúde; Transtornos Relacionados ao Uso de Substâncias; Processo; Educação Continuada; Pesquisa Qualitativa; Pesquisa-ação

Texto completo:

PDF/A


Saúde & Transformação Social/Health & Social Change, ISSN 2178-7085, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.