Dependência, recuperação e o tratamento através da ayahuasca: definições e indefinições [Dependency, recuperation and the treatment through ayahuasca: definitions and indefinitions]

Marcelo Simão Mercante

Resumo


Busco, neste artigo, fazer um breve relato histórico sobre o conceito de dependência (e adicção). Esta é uma forma de evidenciar que não há um consenso sobre a definição de um aspecto central para o estudo e a adoção de práticas em relação ao problema do abuso de substâncias psicoativas. Distintas formas de definição da dependência geram formas distintas de tratamento, e não há como provar que um dos modelos é mais efetivo que os outros. Em seguida, utilizo uma cartilha produzida pelo Ministério da Saúde em 2004 para elucidar o posicionamento deste órgão governamental sobre esta questão. Por fim, faço um outro relato histórico, desta vez do uso de psicoativos como o LSD, o peiote, a Cannabis e a ayahuasca para tratar a dependência. O que em um primeiro momento pode ser pensado como uma terapia de substituição ou mesmo um contra-senso (como tratar o abuso de uma substância utilizando outra substância psicoativa?), vem demonstrando ser uma rota viável para lidar com este problema.

 

ABSTRACT - A brief historical background on the concept of dependency and adiction is built at the beginning of this article. This is a way to put in evidence that there is no consensus on a definition of a central aspect for the study and the adoption of practices related to the abuse of psychoactive substances problem. Distinct definitions of dependency result in distinct ways of treatment, and there is no way to prove that one model is more effective than the others. Then, I use a textbook produced by the Health Ministry in 2004 to elucidate the position of this governmental institution about this problem. Finally, I do another historical overview, on the use of psychoactive substances like LSD, peyote, Cannabis, and ayahuasca for treating dependency. Neither a substitution therapy nor an absurd (how to treat the abuse of a substance using another psychoactive substance?), has been used as an effective way to deal with this problem.

Keywords: Banisteriopsis; Substance-Related Disorders; Therapeutics.

Palavras-chave


Banisteriopsis; Transtornos Relacionados ao Uso de Substâncias; Terapia.

Texto completo:

PDF/A


Saúde & Transformação Social/Health & Social Change, ISSN 2178-7085, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.