Interface do discurso da Saúde e Justiça: Uma Experiência no Centro de Atenção Psicossocial - Álcool e outras Drogas [Speech Interface of Health and Justice: An experience in Psychosocial Care Center for Alcohol and Other Drugs – CAPSad]

Josenaide Engrácia dos Santos, Talita Mosquetta Maleski Almeida

Resumo


O fenômeno álcool/drogas era tratado no âmbito da Justiça, tendo cunho repressivo-punitivo, cuja ideia central é de que os usuários, como pena, ficam obrigados e encaminhados para casas de recuperação, comunidades terapêuticas e serviços de saúde. O objetivo desse estudo é compreender o processo de construção dos sentidos atribuídos dos usuários encaminhados pela Justiça acerca do CAPSad com três parâmetros: Como nomeiam? Como explicam? Como se posicionam? O estudo é qualitativo, baseado na metodologia do Construcionismo Social. Instrumento entrevista semiestruturada aberta. Foram entrevistados 10 indivíduos encaminhados pela Justiça para tratamento no CAPSad. A análise foi feita através do Mapa de Associação de Ideias. Resultados organizados por temáticas: Nomeando o tratamento - narrativas se caracterizaram pela tonalidade afetiva utilizando seus valores pessoais como alegria, esperança; Explicando o tratamento - inicialmente medo e insegurança, mudam no decorrer do processo dando lugar ao aprendizado; Posicionamento - mudança de percepção e atitude frente ao encaminhamento da Justiça. Considerações. Os repertórios revelaram formatos únicos de uma construção de conhecimento e aprendizagem capaz de produzir mudança nas percepções e no cotidiano bem como no manejo pessoal no trato da dependência química.

ABSTRACT - The alcohol/drugs phenomenon that was treated under the law with a punitive-repressive, whose central idea is that users, as a penalty, shall be bound and sent for recovery houses, therapeutic communities and health services. The objective of this study is understand the process of constructing meaning of users referred by the Justice to the CAPSad with three parameters: How to nominate? How to explain? As a stand?  The study is qualitative, based on the methodology of Social Constructionism. The method used was of open interviews. It was interviewed 10 individuals referred to treatment by the courts to CAPSad. The analysis was performed using the Association of Ideas Map. The results were organized by themes: Naming the treatment - narratives characterized by affective tone using personal values such as joy and hope; Explaining the treatment - initial fear and insecurity changed during the process giving rise to learning; Positioning - perception and attitude changed towards the Justice's referral. It is concluded that the repertories revealed unique learning and knowledge building, producing changes on perception, daily lives as well as personal ability in dealing with chemical dependency.

 

Key Words: Mental Health Services;Justice;Criminal Law.


Palavras-chave


Serviços de Saúde Mental; Justiça; Direito Penal.

Texto completo:

PDF/A


Saúde & Transformação Social/Health & Social Change, ISSN 2178-7085, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.