Teoria, pesquisa e prática em serviço-escola de psicologia [Theory, research and practice in school psychology service]

Luciana Carla dos Santos Elias, Edna Maria Marturano, Ana Maria de Almeida Motta-Oliveira

Resumo


O presente artigo apresenta um serviço-escola de psicologia, que conjuga pesquisa, ensino e extensão de serviços à comunidade há aproximadamente quatro décadas. Descreve o atendimento em um ambulatório de psicologia infantil vinculado à universidade, em três seções: diretrizes, etapas do atendimento ao cliente e práticas de tratamento adotadas, desenvolvidas com apoio em pesquisa empírica. As diretrizes do serviço foram estabelecidas com base na demanda, constituída prioritariamente por escolares com dificuldades acadêmicas e comportamentais. Norteadas pela perspectiva desenvolvimentista, preconizam a avaliação dos recursos, potencialidades e vulnerabilidades da criança, assim como dos mecanismos de risco e proteção nos seus ambientes de desenvolvimento. As etapas do atendimento, atinentes ao percurso da criança no ambulatório, incluem inscrição, acolhimento, avaliação e intervenção. A intervenção prioriza a mobilização e o fortalecimento dos recursos de promoção/proteção ao desenvolvimento identificados, bem como o enfraquecimento ou a redução dos mecanismos de risco e vulnerabilidade. As práticas de tratamento adotadas no ambulatório, com respaldo empírico, são o apoio psicopedagógico individual, as oficinas de linguagem e o programa de desenvolvimento de habilidades de solução de problemas interpessoais. Discutem-se as implicações da organização do serviço em bases de permuta de informações entre a comunidade e a universidade, em circuito de mão dupla.

 

ABSTRACT - This paper presents a service-school of psychology that combines research, professional training, and community-based service provision for nearly four decades. It describes the service delivery at a university child psychology clinic, and is organized in three sections: service guidelines, steps of customer service, and evidence-based treatment practices adopted in the clinic. The guidelines of the service were established based on demand, consisting primarily of students with academic and behavioral difficulties. Guided by a developmental perspective, these guidelines prescribe the evaluation of resources, capabilities and vulnerabilities of the child, as well as risk and protective mechanisms in child's developmental environments. The steps of child care in the clinic pass through entry, reception, assessment, and intervention. The intervention focuses on mobilizing and strengthening the resources for development promotion/protection, as well as on weakening or reducing the risk and vulnerability mechanisms, identified through assessment. The treatment practices adopted at the clinic, which empirical support, are the individual psycho-educational help, the language workshops, and the program for development of interpersonal problem solving skills. We discuss the implications of the service organization on the basis of information exchange between the community and the university, in a two-way circuit.

Keywords: Service-School; Research; Psychological Attendancechild.


Palavras-chave


Serviço-Escola; Pesquisa; Atendimento Psicológico Infantil.

Texto completo:

PDF/A


Saúde & Transformação Social/Health & Social Change, ISSN 2178-7085, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.