Percepção de pacientes diabéticos e hipertensos usuários de um Núcleo de Saúde da Família [Perception of patients with diabetes mellitus and hypertension of a health family nucleus]

Maria Rita Lerri, Cassiana Moraes de Oliveira, Rosana Shuhama

Resumo


A Estratégia Saúde da Família visa atividades de promoção, prevenção, recuperação da saúde entendo a família como foro privilegiado para a implementação de um conceito de saúde ampliado. Nesse contexto, as doenças crônicas não transmissíveis, como a hipertensão arterial sistêmica e o diabetes mellitus, que configuram um problema mundial de saúde com implicações pessoais e repercussões sociais, devem ser devidamente abordadas pela Estratégia Saúde da Família. Esse estudo de natureza exploratória, de abordagem qualitativa teve como objetivo identificar as percepções de pacientes portadores de hipertensão arterial sistêmica e/ou diabetes mellitus, assistidos por um Núcleo de Saúde da Família de uma cidade do interior paulista, sobre o quadro clínico, influência do estado emocional e fatores de melhoria da saúde. Sessenta e sete pacientes foram entrevistados. A maioria das verbalizações sobre os sintomas de hipertensão inclui relatos de dores, taquicardia, tontura, dificuldade de visão e problemas digestivos. Sobre os aspectos emocionais mostraram reunir duas verbalizações, uma associando a sintomatologia da hipertensão a nervosismo e a ansiedade. Quando questionados sobre a identificação de alterações relacionadas a DM, a maioria dos pacientes descreveu sintomas como fraqueza, sudorese, dificuldade de visão, dores na cabeça e nas pernas e tontura. Também aqui associaram como influente o nervosismo, seguido de tristeza. Em geral, os pacientes referiram que não contam com opções de atividades de lazer, referindo que as visitas a familiares como a mais comumente realizada, ainda que as identificassem como fator de proteção, bem como estratégias de enfrentamento de questões emocionais e fisiológicas.

ABSTRACT - The Health Family Strategy aims the promotion, prevention and the recovery of health and understands the family as a privileged forum for the implementation of an expanded concept of health. In this context, chronic diseases such as hypertension and diabetes mellitus, which constitute a global health problem with impact over personal and social context, should be properly addressed by the Health Family Strategy. This was an exploratory and qualitative study with the aim to identify perceptions of patients with hypertension and / or diabetes mellitus, assisted by a Health Family Nucleus in a city of Sao Paulo State. It was investigated the perception about the clinical picture, influence of emotional state over the health and its improvement. Sixty-seven patients were interviewed. Most verbalizations about symptoms of hypertension includes reports of pain, tachycardia, dizziness, impaired vision and digestive problems. About the emotional influence it was observed verbalizations associating the symptoms of hypertension with nervousness and anxiety. When asked to identify changes related to diabetes, most patients described symptoms such as weakness, sweating, difficulty with vision, pain in the head and legs and dizziness. They also associated nervousness to diabetes, followed by sadness. In general, patients reported they did not have options for leisure, although understood as a protective fator against emotional and physiological issues. Visiting family members was the most commonly leisure done.

Keywords: Primary Health Care; Hypertension; Diabetes Mellitus; Perception.

 


Palavras-chave


Atenção Básica à Saúde; Hipertensão; Diabetes Mellitus; Percepção.

Texto completo:

PDF/A


Saúde & Transformação Social/Health & Social Change, ISSN 2178-7085, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.