Enfermeiro da Estratégia Saúde da Família frente à violência conjugal: analisando o processo de trabalho em saúde [Nurse of the Family Health Strategy to marital violence: analyzing the work process in health]

Italla Maira Pinheiro Bezerra, Wilma Lima do Nascimento, Caroline Antero Machado, Maria de Fátima Antero sousa Machado

Resumo


A violência contra a mulher é um sério problema de saúde pública que vem se agravando, causando malefícios na saúde física, mental e sexual da mulher, necessitando, portanto, do preparo dos profissionais de saúde para lidar com esta problemática, principalmente no âmbito da Estratégia Saúde da Família(ESF). Nessa perspectiva, objetivou-se conhecer o enfrentamento do enfermeiro no atendimento a mulheres vítimas de violência conjugal na ESF. Trata-se de uma pesquisa de abordagem qualitativa, desenvolvida na ESF do município do Juazeiro do Norte-CE, tendo como informantes dez enfermeiras. Utilizou-se a entrevista como técnica para coleta do material empírico. Com finalidade de organização do material obtido, realizou-se uma análise do conteúdo dos mesmos, que permitiu a identificação de temas e construção das seguintes categorias: 1) Atendimento a mulher vítima de violência conjugal: a vivência das enfermeiras; 2) A busca pelo serviço e as condutas implementadas; 3) Instrumentos de capacitação profissional; 4) Política de atendimento a mulher vitima de violência: percepções. Evidenciou-se que a mulher violentada procura ajuda e orientação junto aos profissionais da ESF, porém as enfermeiras referiram receio em como conduzir situações de violência e ainda destacaram não se sentirem preparadas para este tipo de atendimento, mesmo tendo participado de capacitação sobre a temática. Nesse sentido, faz-se necessário assegurar de modo mais efetivo esta temática na formação dos profissionais de saúde, primeiro pela dimensão da problemática, segundo por ser uma realidade presente na ESF.

 

ABSTRACT - Violence against women is a serious public health problem has been aggravating, causing harmful effects on physical health, mental and sexual status, requiring, therefore, the preparation of health professionals to deal with this problem, especially within the Strategy Family Health (ESF). From this perspective, aimed to know the face of the nurse caring for women victims of domestic violence in the ESF. This is a qualitative approach, developed in the city of ESF Juazeiro-EC, with ten nurses as informants. We used the interview as a technique to collect empirical data. With the purpose of organizing the material obtained, we carried out a content analysis of the same, which allowed the identification of themes and construction of the following categories: 1)Assistance to women victims of domestic violence: the experience of nurses, 2) The search for service and conduct implemented, 3) Instruments of vocational training, 4)service policy the woman victim of violence: perceptions. Showed that the abused women seeking help and guidance from professionals in the ESF, but nurses reported as driving fear in situations of violence and still outstanding do not feel prepared for this type of care, despite having participated in training on the subject. Thus, it is necessary to ensure the most effective way this subject in the training of health professionals, first by the size of the problem, the second being a present reality in the ESF.

Keywords: Domestic Violenc; Family Health; Community Health Nursing


Palavras-chave


Violência Doméstica; Saúde da Família; Enfermagem em Saúde Comunitária

Texto completo:

PDF/A


Saúde & Transformação Social/Health & Social Change, ISSN 2178-7085, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.