Análise da implantação dos Núcleos de Apoio à Saúde da Família no interior de Santa Catarina [Analysis of the Health Family Support Nucleus implementation within Santa Catarina]

Lucas Melo Biondi Andrade, Fábio Luiz Quandt, Dalvan Antonio de Campos, Carmem Regina Delziovo, Elza Berger Salema Coelho, Rodrigo Otávio Moretti-Pires

Resumo


A inserção da Estratégia Saúde da Família (ESF) otimizou a atenção primária da saúde pública brasileira. Buscando o cuidado ao individuo, a família e a comunidade, a ESF age sob a perspectiva sócio-biológica dos agravos em saúde, o que muitas vezes demandam atendimentos complexos e prolongados. Deste modo, o Núcleo de Apoio a Saúde da Família (NASF) vem capacitar à produção de serviço das equipes multiprofissionais da ESF, determinado por um vinculo recíproco trabalho, sob a forma do matriciamento. A implementação do NASF na região demonstra pontos a serem decorridos na compreensão de como as atividades são realizadas e a decorrência desse trabalho para a saúde publica. Desse modo, verifica-se a partir do exposto que o NASF, preconizado para melhorias na rede de atenção primária da Saúde, encontra potencialidades a serem exploradas e fragilidades a serem aperfeiçoadas a partir da sua efetivação. Esta pesquisa objetiva compreender e analisar as causas de desarticulação de conhecimentos e serviços entre as equipes do ESF e NASF. Oriundos do uso de pesquisa qualitativa, a análise dos dados pautou-se na hermenêutica dialética. Foram realizadas na coleta de informações as técnicas de entrevista individual (EI) e de grupo focal (GF), com questionário não-estruturado. As questões norteadoras foram desenvolvidas sobre as atividades cotidianas da equipe ESF, enfatizando as principais ações, os problemas enfrentados, e as resoluções tomadas. Emergiram sobre o objeto de pesquisa, considerações sobre a desarticulação na equipe, falta de capacitação para o profissional da saúde, demanda reprimida e desarticulação na gestão. Tais divisões, entre outras, colocam em cheque a própria estrutura norteadora da ESF na região, e a participação do NASF no matriciamento das mesmas.

 

ABSTRACT - The insertion of the Family Health Strategy (FHS) has enhanced the public primary health care in Brazil. Seeking care to the individual, family and community, the FHS works under the socio-biological health hazards perspective which often require complex and prolonged care. Thus, the Health Family Support Nucleus (HFSN) is enabling the production of FHS multidisciplinary teams of service determined by a reciprocal link work, in the form of support. The implementation of the SCFH in the region points to be shown after the understanding of how activities are performed and the result of this work for public health. Thus, it appears from the foregoing that the HFSN advocated for improvements in the service of primary health care, there are potentials to be exploited and weaknesses to be improved from its effectiveness. This research aims to understand and analyze the causes of knowledge disarticulation and services between the teams, the FHS and the HFSN. The data analysis was based on the Hermeneutic Dialectical from the qualitative research. The technics used during the process of collecting information were individual interview (II) and focus group (FG), with non-structured questionnaire. The questionnares were based on the FHS team daily activities, emphasizing the main action, the problems, and resolutions taken. Considerations of the disarticulation in the team, lack of training for health care, unmet demand and management desarticulation emerged on the subject of research. Such divisions, among others, put into question the FHS guiding structure in the region, and the HFSN participation in their support.

Keywords: Evaluation; Organizational Innovation; Primary Health Care; Family Health


Palavras-chave


Avaliação; Inovação Organizacional; Atenção Primária à Saúde; Saúde da Família

Texto completo:

PDF/A


Saúde & Transformação Social/Health & Social Change, ISSN 2178-7085, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.