Institucionalizar a avaliação em saúde? [Institutionalize health evaluation?]

Carla Ribeiro, Vanessa Fernandes Davies

Resumo


O trabalho apresentado nasce da leitura de três textos que debatem a avaliação em saúde dentro da área da saúde coletiva com foco na institucionalização da avaliação. Os textos foram base de debate para um seminário, que discutiu a avaliação no campo da saúde hoje. Um texto apresenta os diferentes métodos para avaliação em saúde, com suas vantagens e desvantagens. Destaca que cada avaliação é única e elenca importantes aspectos da avaliação em saúde, desde o avaliador que propõe o estudo avaliativo, o seu objetivo, objeto a ser avaliado, em que contexto, o tempo ou “quando” será feita a avaliação. A avaliação em saúde é uma ferramenta importante que contribui com a compreensão da realidade, aos sentidos dados pelos atores, em determinadas conjunturas, para auxiliar a gestão, coordenação. Os outros textos trabalham em defesa a institucionalização da avaliação. De maneira geral apresentam o movimento da institucionalização no cenário atual das organizações como potencializador dos processos de gestão e os diferentes entendimentos dos autores sobre o processo de avaliação dentro das organizações. A institucionalização vem como uma estratégia de potencializar a eficiência dos sistemas de saúde, do SUS no contexto brasileiro, dentro de seus princípios e diretrizes. Os desafios da institucionalização são muitos, no entanto quais as potencialidades e os riscos desta proposta para a avaliação em saúde?

 

ABSTRACT - The article presented here is a critical analysis of 3 other articles related to the debate on health evaluation from the point of view of Public Health, mainly focusing on the institutionalization of health evaluation. The first article presents the different methods to evaluate health, the advantages and the disadvantages. It points out that an evaluation is always unique. The main aspects of health evaluation include: who is proposing the evaluation, the aim of the evaluation, what is being evaluated, the context and the time at which the evaluation is going to be conducted. The article also   presents the importance of health evaluation in understanding reality and the meaning given by the stakeholders to evaluation in different situations. It also shows how useful evaluation can be in helping the coordination and management of programs and policies.   The other 2 articles emphasize the importance of the institutionalization of health evaluation. In summary, they present how institutionalization is taking place inside organizations and how it can help management activities. It also reveals the different understandings of people about this subject. Institutionalization could be an important strategy to assist health systems, specifically the Brazilian Public Health System (SUS). The challenges faced by intitutionalization are varied, and the question that remains is what are the potential benefits and the main risks of the institutionalized evaluation in health.

Keywords: Institutionalization; Health Evaluation; Public Health


Palavras-chave


Institucionalização; Avaliação em Saúde; Saúde Coletiva

Texto completo:

PDF/A


Saúde & Transformação Social/Health & Social Change, ISSN 2178-7085, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.