VIVÊNCIA DO ESTÁGIO DOCENTE NOS ANOS FINAIS: AS POSSIBILIDADES METODOLÓGICAS PARA A DOCÊNCIA: DESAFIOS E APLICAÇÕES DE SAÍDAS DE CAMPO.

Karine Domingos, Rodolfo Coelho Dutra

Resumo


Durante a preparação das aulas a serem ministradas durante o período do estágio, diversas metodologias foram consideradas para tornar as aulas ou atividades mais dinâmicas, atrativas e de fácil compreensão para os discentes. Aulas expositivas e  dialogadas, filmes, livro didático entre outras ferramentas foram levantadas, e dessas ferramentas consideradas metodologias tradicionais pela literatura, quase todas foram utilizadas para planejar as aulas. Outras alternativas metodológicas foram pensadas mas, foram limitadas por obstáculos como falta de tempo, estrutura da escola, recursos e entre outros. Entre todas as possibilidades de planejamento de aulas e atividades, as saídas de campo se apresentaram as maiores dificuldades de realização.

Viabilizamos o presente trabalho por meio de referenciais teóricos extraídos do material disponibilizado durante a disciplina e outras fontes de notório reconhecimento na área em questão, bem como, a prática docente durante a realização do estágio à uma escola da rede municipal de ensino no município de São José em Santa Catarina. Com a pesquisa foram feitas análises e discussões, bem como propostas de intervenção e conclusões a fim de potencializar e estimular a utilização da prática do trabalho de campo no ensino e na prática do estágio na disciplina de Estágio Obrigatório para Geografia.


Palavras-chave


campo; geografia; docência

Texto completo:

PDF/A

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 PESQUISAR – Revista de Estudos e Pesquisas em Ensino de Geografia

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

Pesquisar - Florianópolis, Santa Catarina, Brasil, ISSNe 2359-1870

v. 5, n. 8, nov. 2018.