FORMAÇÃO CONTINUADA EM GEOGRAFIA: DIÁLOGOS SOBRE A CARREIRA DOCENTE E O DESENVOLVIMENTO PROFISSIONAL

Lineu Aparecido Paz e Silva, Cristina Maria Costa Leite

Resumo


A formação é algo que pertence ao próprio sujeito e apresenta o seu
desenvolver diante da trajetória do professor, do passado, do presente e
das perspectivas para o futuro na carreira. É um processo direcionado ao
fazer docente e sua profissionalização. As formas de ensinar, a  reflexão
sobre as ações, o desenvolver de novas práticas pedagógicas são alguns
dos principais desafios da carreira docente. A Formação Continuada é um
processo que não termina, sempre se renova, são os saberes em ação, faz
parte da carreira docente. Assim, este estudo apresenta como objetivo
discutir os seguintes aspectos que envolvem a trajetória profissional: a
formação (tanto na academia como a continuada), a carreira docente em
Geografia, e os desafios que cabem ao professor. A discussão proposta
apresenta como embasamento Ferreira e Santos (2016), Nóvoa (1997), Freire
(2001), Silva e Araújo (2014), Rosa (2014). O método de investigação é
a pesquisa qualitativa, que analisa os fatos e fenômenos ocorridos no
contexto da atividade do professor e os seus desdobramentos na aula de
Geografia. Enfim, o que se pretende mostrar com os resultados deste estudo
é que a Formação Continuada em Geografia tem na escola como lugar central
para o desenvolver das atividades docentes, ademais representa um processo
que deve ocorrer durante toda a trajetória profissional e que a sua
dinamicidade deve estar de acordo com as reais necessidades do educando
contemporâneo e de acordo com as possibilidades existentes no cenário
educacional.

Palavras-chave


Saberes Docentes; Formação, Geografia Escolar, Desenvolvimento profissional.

Texto completo:

PDF/A

Referências


CANDAU, Vera Maria Ferrão. A didática em questão. Petróplis/RJ: Vozes,

______. A Formação Continuada de professores: tendências atuais. In:

REALI, Aline de M. R.; MIZUKAMI, M. da G. N. (Orgs). Formação de

professores: tendências atuais: São Carlos: EDUFSCar, 1996. p. 139-152.

DEWEY, John. Vida e educação. Tradução e estudo preliminar por Anisio S.

Teixeira, São Paulo: Melhoramentos, 1978.

FERREIRA, J.S.; SANTOS, J.H. Modelos de formação continuada de

professores: transitando entre o tradicional e o inovador nos macrocampos

das práticas formativas. Revista cad. Pes., São Luís, v. 23, n. 3,

set./dez. 2016.

FREIRE, Paulo. Educação como prática da liberdade. 25. ed. São Paulo:

Paz e Terra, 2001.

GATTI, Bernadete. Formação de professores e carreira: Problemas e

movimentos de renovação. Campinas: Autores Associados, 1997. _______.

Formação continuada de professores: a questão psicossocial. Cadernos de

pesquisa. Fundação Carlos Chagas. Julho 2003. n° 119.

NÓVOA, Antonio. (coord). Os professores e sua formação. Lisboa-Portugal,

Dom Quixote, 1997.

ROSA, , I. G . A formação continuada dos professores de geografia no

Brasil e o uso de geotecnologias: discutindo o lugar do lugar. GIRAMUNDO,

RIO DE JANEIRO, V. 1, N. 1, p.67-75, JAN./JUN. 2014.

SANTOS, Edlamar Oliveira dos. Políticas de formação continuada para os

professores da educação básica. Anais do Simpósio Brasileiro e 2º

Congresso Ibero-Americano de Política e Administração da Educação: São

Paulo, 2011.

SANTOS, A. S. L. Formação continuada de professores da EJA e as

especificidades da segunda licenciatura em geografia: o programa PARFOR no

campus da UFMT de Barra do Garças – MT. Anais do V seminário nacional de

formação de educadores de jovens e adultos, UNICAMP, Campinas, 2015.

SILVA, L.A.P. ARAÚJO, R. L. Atividade docente no ensino de Geografia:

perspectivas e reflexos na educação brasileira. Geosaberes, Fortaleza, v.

, n. 10, p. 17 - 35, jul. / dez. 2014.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 PESQUISAR – Revista de Estudos e Pesquisas em Ensino de Geografia

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

Pesquisar - Florianópolis, Santa Catarina, Brasil, ISSNe 2359-1870

v. 6, n. 9, maio 2019.