Integralidade e clínica ampliada na promoção do direito à saúde das pessoas em situação de rua

Daniel Rangel Curvo, Anna Carolina Matos, Welison Sousa, Ana Carolina Paz

Resumo


O campo dos direitos humanos é vasto e contempla diversas frentes de temáticas e lutas. Dentre essas, o direito à saúde. No Brasil o surgimento do Sistema Único de Saúde (SUS) implicou na universalização desse direito, acarretando o desafio da inclusão de grupos populacionais historicamente marginalizados, como são as pessoas em situação de rua (PSR). Frente a esse desafio, e com olhar equânime, estratégias para ampliação do acesso e garantia de direitos vêm sendo desenvolvidas. Uma dessas estratégias é o programa Consultório na rua (CnaR), serviço da Atenção Básica destinado a promover o cuidado integral à saúde das PSR. Outra, a Clínica ampliada, apresenta uma operacionalização do cuidado coerente ao princípio de integralidade do SUS. Defendemos que as duas convergem para a efetivação do direito à saúde das PSR e retomam a radicalidade das Reformas Sanitária e Psiquiátrica enquanto projeto societário ética e socialmente orientado.


Palavras-chave


Consultório na rua; Pessoas em situação de rua; Direito à saúde; Clínica Ampliada.

Texto completo:

PDF/A

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Cadernos Brasileiros de Saúde Mental, ISSN 2595-2420, Florianópolis - Santa Catarina, Brasil. Todos os direitos reservados, 2018.