Educação de jovens e adultos e problemas relacionados ao uso de drogas: análise de necessidades psicossociais junto aos núcleos de Florianópolis/SC

Luciane Raupp, Daniela Ribeiro Scheneider

Resumo


Esse trabalho origina-se de um projeto de pesqusia denominado  “Promoção de Saúde na Educação de Jovens e Adultos: Desafios para o enfrentamento de vulnerabilidades psicossociais e problemas relacionados ao uso de drogas” , desenvolvido a partir de um projeto de extensão, que se dedica à implementação de um programa de promoção da saúde nos núcleos da EJA de Florianópolis. A Educação de Jovens e Adultos representa um dos grandes desafios no campo educativo no Brasil, pois trata-se de uma ação educativa voltada para um público em geral oriundo das classes populares, advindo de trajetórias de vulnerabilidade econômicas, sociais, culturais e escolares que tiveram dificuldade de inserção ensino regular. Uma das principais queixas dos coordenadores de núcleo e dos professores da EJA diz respeito à prática do uso de drogas ilícitas durante o período de estudos, sendo que referem o consumo, principalmente de maconha, nos arredores das escola.  Esse projeto prevê a utilização de métodos mistos, de características quali e quantitativas visando: 1) realização de um levantamento do padrão de uso de álcool e outras drogas entre os estudantes, para avaliar a magnitude do problema referido; 2) A investigação dos sentidos do processo de ensino-aprendizagem para os estudantes e professores da EJA e de como compreendem o impacto do uso de drogas neste processo; 3) O acompanhamento e a avaliação das atividades de promoção de saúde propostas. Neste capítulo será descrita e analisada a primeira etapa do projeto de pesquisa, a etapa de levantamento de necessidades -  primeiro passo de uma ação que objetive intervir em uma dada realidade visando revelar as demandas, as necessidades e potencialidades locais.  Neste trabalho serão descritos e analisados cada um dos seis encontros realizados, os quais foram estruturados segundo a forma de trabalho pedagógico aplicada no sistema EJA de Florianópolis, a “pesquisa como princípio educativo”, utilizada aqui como forma de instigar os alunos e professores a se interrogarem e iniciarem um processo de pesquisa em seus núcleos de origem acerca de como se expressam os problemas relacionados ao uso de drogas nestes locais. Os resultados do levantemento de necessidades forneceram subsídios para a estruturação das demais etapas do projeto, fornecendo informações para compreender melhor esse público e suas necessidades. Dentre estas se destacou o desconhecimento dos alunos sobre características, efeitos e políticas sobre drogas, demonstrando a relevância do trabalho em educação em saúde junto à comunidade EJA como forma de instigar reflexões não preconceituosas, baseadas em informações, de forma transversalizada ao currículo escolar.

Palavras-chave


Educação; Jovens e Adultos; promoção de saúde; prevenção ao abuso de drogas.

Texto completo:

PDF/A

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Cadernos Brasileiros de Saúde Mental, ISSN 2595-2420, Florianópolis - Santa Catarina, Brasil. Todos os direitos reservados, 2018.