O cuidado em saúde mental: caminhos possíveis na rede de atenção psicossocial

Mariana Peres Trajano, Suela Maiara Bernardes, Magda do Canto Zurba

Resumo


O presente estudo objetivou apresentar reflexões sobre o tema cuidado em saúde mental. Será discutido o conceito de clínica ampliada e a trajetória da psicopatologia, perpassando sua posição tradicional, como entidade que estuda os transtornos mentais e intervém através das práticas curativas, até sua posição crítica, onde promove uma nova forma de pensar o cuidado com pessoas em sofrimento psíquico. Muitos desenhos do cuidado já foram pensados e planejados. Todavia, os diversos olhares transbordam na prática e iluminam os desencontros epistemológicos. Os caminhos possíveis neste cenário onde tantas perspectivas se entrelaçam e se chocam são, em alguns momentos, invisíveis, mas estão lá, à espreita de uma oportunidade para tomar conta do espaço. Neste sentido, faz-se necessário pensarmos em premissas para que os conflitos epistemológicos e práticos não absorvam o cuidado em saúde mental à um lugar ineficaz e perigoso.

Palavras-chave


Cuidado em Saúde Mental; Reforma Psiquiátrica; Clínica.

Texto completo:

PDF/A

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Cadernos Brasileiros de Saúde Mental, ISSN 2595-2420, Florianópolis - Santa Catarina, Brasil. Todos os direitos reservados, 2018.