Percepção dos profissionais de saúde sobre a notificação dos transtornos mentais e do comportamento relacionados ao trabalho

Jeciela Margarida Leopoldino, Marta Azevedo dos Santos

Resumo


Este estudo objetivou identificar a percepção dos profissionais de saúde que atuam em uma Unidade Sentinela em Saúde do Trabalhador de Palmas/TO quanto à notificação dos Transtornos Mentais e do Comportamento relacionados ao Trabalho. O estudo foi realizado pelo método qualitativo, tendo como instrumentos a observação participante e a entrevista com roteiro semi-estruturado, subsidiado pela análise de conteúdo proposta por Bardin. Os sujeitos da pesquisa foram profissionais da equipe de saúde de um Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) que prestam atendimento à pacientes com suspeita ou diagnóstico de Transtorno Mental e do Comportamento relacionados ao Trabalho. Os resultados encontrados apontam para o fato que os profissionais não incorporaram efetivamente, em sua rotina de trabalho, o processo de reconhecimento e notificação dos Transtornos Mentais e do Comportamento relacionados ao Trabalho. Tal situação aponta a necessidade de reorganização dos serviços de Referência em Saúde do Trabalhador a partir da aproximação de olhares, saberes e experiências com a área de Saúde Mental, que poderá contribuir para o reordenamento dos serviços de atenção à saúde mental relacionada ao trabalho no SUS, bem como para que os casos adquiram visibilidade e propulsionem ações de prevenção e promoção à saúde dos trabalhadores no município de Palmas.


Palavras-chave


Saúde do Trabalhador; Notificação; Transtorno Mental e Comportamento relacionados ao Trabalho.

Texto completo:

PDF-A

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Cadernos Brasileiros de Saúde Mental, ISSN 2595-2420, Florianópolis - Santa Catarina, Brasil. Todos os direitos reservados, 2018.