Redução de danos como estratégia de trabalho junto aos usuários de drogas nas unidades locais de saúde do município de Florianópolis / Harm reduction as a strategy to work with drug users in local health units in the city of Florianopolis, southern Brazil

Adriana Maria Scheffer, Nilcéia Antunes, Fátima Büchele

Resumo


Este estudo teve como objetivo refletir sobre a viabilidade da estratégia de RD (RD) em Unidades Locais de Saúde do município de Florianópolis que possuem implantada a Estratégia de Saúde da Família, bem como verificar concepções e atitudes desenvolvidas pelos profissionais da saúde em relação à política e às ações de RD. Dados foram coletados por meio de entrevista com perguntas abertas e fechadas, aplicada pelas pesquisadoras a 25 profissionais de saúde da rede básica da Prefeitura Municipal de Saúde de Florianópolis, que optaram por responder por escrito. Foi escolhida uma equipe em cada uma das cinco Unidades Locais de Saúde (ULS) selecionadas. O estudo evidenciou que a RD teve seu campo de atuação ampliado devido à crescente preocupação com as drogas lícitas e o aumento do consumo de drogas ilícitas tais como o crack. As ULS que possuem a estratégia da RD implantada trabalham com vistas à sustentabilidade do projeto dos Agentes Redutores de Danos, que se tornam os principais responsáveis pela aproximação entre o usuário de substâncias e os serviços de saúde. A RD apresenta-se, ainda, como uma oportunidade para a sociedade rever seus princípios e atitudes frente a diferentes estilos de vida e de pensamento.

 

ABSTRACT: This study aimed to reflect on the viability of the Harm Reduction Strategy (HR) in Local Health Units of the city of Florianópolis, which have implemented the Family Health Strategy, and to verify the concepts and attitudes developed by health professionals about policy and actions of HR. Interviews with open and closed questions were administered by the researchers to 25 health professionals in the local health centers of the City of Florianopolis and the respondents chose to reply in writing. Subjects were chosen from health teams of each of the five Local Health Units selected. The study showed that the HR strategy has expanded its field of operation because of the growing concern about the use of legal drugs and of the increased consumption of illicit drugs such as crack. Local Health Units that have implemented the HR strategy work towards sustainability of the work of HR Agents, who are responsible for the link between the substance users and health services. Also, the HR strategy presents an opportunity for society to review its principles and attitudes towards different lifestyles and thought styles. KEYWORDS: Drugs. Harm reduction. Collective mental health conference.


Palavras-chave


Drogas; RD; Saúde mental coletiva.

Texto completo:

PDF-A

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Cadernos Brasileiros de Saúde Mental, ISSN 2595-2420, Florianópolis - Santa Catarina, Brasil. Todos os direitos reservados, 2018.