Violência Intrafamiliar contra Criança e Adolescente: O papel do profissional de Enfermagem e Serviço Social

Leonardo Magela Lopes Matoso, Monica Betânia Lopes Matoso, Edilane Maria Pereira da Rocha, Bruna Gabriela de Souza Carvalho

Resumo


A violência intrafamiliar é um problema de saúde pública, podendo ser expressa nas formas física, sexual, psicológica e por negligência. Conduzimos estudo que teve como objetivo discutir o papel do profissional de enfermagem e serviço social diante das crianças vítimas de violência intrafamiliar. Trata-se de uma revisão bibliográfica de teor descritivo, onde se elencaram dez artigos, de acordo com os critérios de inclusão: artigos completos, em português e obtidos exclusivamente em periódicos de enfermagem e serviço social. A violência contra a criança é um fenômeno de difícil detecção, pois ocorre dentro do lar. Crianças ainda são vistas como propriedades dos pais, antes de seres humanos. É importante identificar as características das famílias agressoras e as consequências que os maus-tratos contra crianças têm no seu desenvolvimento e vida adulta. O enfermeiro e assistentes sociais tem atribuições relevantes em relação ao enfrentamento deste fenômeno, pois está envolvido em todas as etapas, da prevenção aos cuidados com as vítimas.


Palavras-chave


Violência intrafamiliar; Criança-Adolescente; Enfermagem

Texto completo:

PDF/A

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Cadernos Brasileiros de Saúde Mental, ISSN 2595-2420, Florianópolis - Santa Catarina, Brasil. Todos os direitos reservados, 2018.