Avaliação de práticas de Recursos Humanos vinculadas á Gestão do Capital Intelectual: um estudo nas agroindústrias familiares

Victor Galindo de Mello, Deisy Cristina Corrêa Igarashi

Resumo


Objetivo: O presente estudo visa compreender como as agroindústrias familiares utilizam práticas de recursos humanos como forma de gerir o capital intelectual na formação de vantagens competitivas.

Design/Metodologia/Abordagem: Adotou-se o método qualitativo sendo realizada a coleta por meio de entrevistas com gestores das agroindústrias familiares. Os resultados obtidos foram avaliados por meio da metodologia multicritério (MCDA-C).

Resultados: Como resultado, identificou-se que as agroindústrias estudadas possuem práticas de gestão dos recursos humanos pouco desenvolvidas, sendo que nenhuma delas atingiu a metade da pontuação disponível. Desta forma, as práticas necessitam de maior atenção como forma de desenvolver o capital intelectual.

Implicações práticas: Ações no sentido de buscar estruturar práticas de recursos humanos podem se configurar como estratégicas no sentido de possibilitar suporte na busca de conhecimentos relacionados gestão do negócio e ao seu desenvolvimento.

Originalidade/valor: O estudo possibilitou uma compreensão na forma com que as práticas de recursos humanos vêm sendo desenvolvidas no contexto das agroindústrias familiares. Por meio da metodologia MCDA, é possível identificar pontos que necessitam de melhorias de forma a possibilitam a formação de vantagem competitivas para as agroindústrias. 


Palavras-chave


Recursos Humanos; Práticas; Capital Intelectual; Agroindústrias Familiares.

Texto completo:

PDF/A

Apontamentos



Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Scholar Scholar Livre