Ecossistemas Criativos: Relações Colaborativas e Ação Projetual nos Coletivos Criativos Informais

Taline Sabany Velasques, Carlo Franzato, Chiara Del Gaudio

Resumo


Objetivo: O objetivo do  estudo é discutir as potencialidades de ação e de contribuição do designer estratégico no âmbito dos coletivos criativos informais, nos quais diversos profissionais da indústria criativa reúnem-se para desenvolver projetos com finalidades sociais e culturais.

Design/Metodologia/Abordagem: A pesquisa quanto aos fins foi classificada como exploratória e, quanto aos meios de investigação, como bibliográfica, com abordagem qualitativa.

Resultados: A ação projetual do designer estratégico, que atua com uma abordagem metaprojetual, é proposta/identificada como uma das principais processualidades que permitem e favorecem as relações colaborativas e a interação entre os atores de um coletivo criativo informal. Ao mesmo tempo, compreendeu-se que a informalidade do contexto estudado aumenta exponencialmente as possibilidades e potencialidades de ação do designer. 

Limitações da pesquisa: A pesquisa limitou-se a uma revisão bibliográfica, visando identificar caminhos de pesquisa futuros sobre o tema dos ecossistemas criativos no âmbito da disciplina do design.

Originalidade/valor: No âmbito da inovação assiste-se a um crescente interesse para o tema dos ecossistemas criativos e dos coletivos criativos informais. Porém o tema è ainda pouco explorado. A pesquisa desenvolvida permite um melhor entendimento do assunto por sistematizar uns conceitos-chave. Ao mesmo tempo explora as inexploradas possibilidades de contribuição do design estratégico.


Palavras-chave


Ecossistemas Criativos; Coletivos Criativos Informais; Colaboração; Metaprojeto; Designestratégico

Texto completo:

PDF/A

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Scholar Scholar Livre