As unidades de conservação em Guarulhos, SP: gestão territorias dos espaços naturais protegidos

Mirian Loureiro Fialho, Solange Alves Dutra dos Santos

Resumo


O estabelecimento de Unidades de Conservação é a principal e mais abrangente estratégia de conservação da natureza, desempenhando papel estratégico na manutenção dos ecossistemas e proteção das espécies em seus habitats naturais, sendo ainda um instrumento de planejamento e ordenamento territorial que compatibiliza uso e proteção, além de proporcionar melhoria na qualidade de vida local. Assim, nosso objetivo neste trabalho é o de caracterizar a política de gestão e conservação da biodiversidade que vem sendo desenvolvida no Município de Guarulhos, SP, analisando os condicionantes socioeconômicos e as tendências atuais de ocupação humana neste território, assim como os processos de criação e implementação das Unidades de Conservação Municipais, propondo assim, ações estratégicas que considerem a importância da conservação dos recursos naturais e culturais ali existentes. Além disto, também apresentamos de forma sistematizada, informações sobre a gestão das Unidades de Conservação Municipais, em Guarulhos, integrando a experiência local de gestão participativa de tais espaços naturais à pesquisa, resultando assim na NBR6022 de maio de 2003 proposição de uma Política Municipal de Conservação da Biodiversidade materializada através de um Sistema Municipal de Unidades de Conservação.


Palavras-chave


Biodiversidade. Unidades de Conservação. Guarulhos.

Texto completo:

PDF/A

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Scholar Scholar Livre