DESAFIOS DO LEAN SEIS SIGMA NA INDÚSTRIA DE BEBIDAS

Isabele Leite Monti Vieira, Antonio Carlos Pacagnella Junior, Leonardo Augusto Amaral Terra

Resumo


Diante das incertezas contemporâneas, a indústria de bebidas tem buscado novas estratégias de negócios para reduzir custos, melhorar a qualidade e aumentar a produtividade, com o objetivo de obterem melhores resultados. Neste contexto, a metodologia Lean Seis Sigma ganha destaque, mas encontra barreiras que dificultam sua implementação, em empresas já estabelecidas. Diante desta realidade, este estudo buscou identificar quais são as principais dificuldades na implantação da metodologia Lean Seis Sigma na indústria de bebidas. Para tal, foi realizado um estudo de caso na engarrafadora de uma empresa com alcance global, dirigido por meio da técnica de incidente crítico. Como resultado, foi constatado que, quando a implantação não é devidamente gerenciada, o programa pode resultar em desperdício de tempo e de recursos, em insucesso dos projetos de melhoria e até mesmo em frustração em relação a eficácia do programa.


Texto completo:

PDF

Referências


ABRAHAM, M.; GALBINSKI, J. O impacto da Gestão da Qualidade na Competitividade Empresarial, 2006. Disponível em:

ANDERSSON, R.; ERIKSSON, H.; TORSTENSSON, H. Similarities and differences between TQM, six sigma and lean. The TQM Magazine [online], v. 18, n. 3, pp. 282-296, 2006. Disponível em:

ANDRIETTA, J. M.; MIGUEL, P. A. C. Aplicação do programa Seis Sigma no Brasil: resultados de um levantamento tipo survey exploratório-descritivo e perspectivas para pesquisas futuras. Gestão & Produção [online}, vol. 14, n.2,pp. 203-219. ISSN 0104-530X, 2007. Disponível em:

ANTONY, J. Can Six Sigma be effectively implemented in SMEs?.International journal of productivity and performance management, v. 57, n. 5, p. 420-423, 2008.

ARNHEITER, E.; MALEYEFF, J. The integration of lean management and six sigma. The TQM Magazine [online], vol.17, n.1, pp. 5–18, 2005. Disponível em: < http://dx.doi.org/10.1108/09544780510573020>

BANDEIRA-DE-MELLO, R.. Softwares em pesquisa qualitative. In. GODOI, C. K; BANDEIRA-DE-MELLO, R.; SILVA, A. B. (org.), 2006. Pesquisa Qualitativa em estudos organizacionais: Paradigmas, Estratégias e Métodos. São Paulo: Saraiva.

BOYLE, T. A., SCHERRER-RATHJE, M.; STUART, I.. Learning to be lean: the influence of external information sources in lean improvements. Journal of Manufacturing Technology Management., vol. 22, n. 5, pp. 587-603, 2011. Disponível em: < http://dx.doi.org/10.1108/17410381111134455>

BRIDI, L. Análise e melhoria do processo produtivo em uma empresa de bebidas. REPOSITÓRIOS DE RELATÓRIOS-Engenharia de Produção, n. 2, 2013. Disponível em:

CARRARO, R. V. Avaliação de um Processo de Implantação da Mentalidade Enxuta e seu Desempenho no fluxo de valor: Um estudo de caso. Mestrado em Gestão e Desenvolvimento Regional, Departamento de Economia, Contabilidade e Administração da Universidade de Taubaté. São Paulo, 2005. Disponível em:

CHAUHAN, Gulshan; SINGH, T. P. Measuring parameters of lean manufacturing realization. Measuring Business Excellence, India, v. 16, n. 3, p.57-71, 2012. Disponivel em:< http://www.emeraldinsight.com/doi/pdfplus/10.1108/13683041211257411>

COLLIS, J.; HUSSEY, R. Pesquisa em administração: um guia prático para alunos de graduação e pós-graduação. 2a ed, Porto Alegre: Bookman, 2005.

COOPER, D. R.; SCHINDLER, P. S. Métodos de pesquisa em administração. 7.ed. Porto Alegre: Bookman, 2003.

DA COSTA HERNANDEZ, J. M.; CALDAS, M. P. Resistência à mudança: uma revisão crítica. RAE, 41(2), 31, 2001.

DELA COLETA, J. A.; DELA COLETA, M. F. A técnica dos incidentes críticos: 30 anos de utilização no Brasil na Pscologia, na Administração, Saúde e Educação. Taubaté-SP: Cabral Editora e Livraria Universitária, 2004.

DENNIS, P. Produção lean simplificada. Porto Alegre: Bookman, 2008.

DIRGO, R. Look forward beyond Lean Six Sigma – A Self Perpetuating Enterprise Improvement Method. J.Ross Publishing. Fort Lauderdale. Florida. U.S.A, 2006.

DUARTE JR, N. S. F.; RAMOS, A. W. Fatores de Influência para Adoção do Seis Sigma em Pequenas e Médias Empresas Brasileiras de Autopeças. XIII SIMPEP - Bauru, SP, Brasil, 6 a 8 de novembro de 2006. Disponível em:

EHIE, I.; SHEU, J. Integrating Six Sigma and Theory of Constraints for continuous improvement: a case study. Journal of Manufacturing Technology Management., vol. 16, n. 5, pp. 542-553, 2005. Disponível em:

ETI, M.C.; OGAJI, S.O.T.; PROBERT, S.D. Development and implementation of preventive-maintenance practices in Nigerian industries. Applied Energy, vol. 83, n. 10, pp. 1163–1179, 2006.

FERRO, J. R. Apêndice E: a produção enxuta no Brasil. In: WOMACK, P. James; JONES, T. Daniel; ROOS, Daniel. A máquina que mudou o mundo. Rio de Janeiro: Elsevier, 2004.

FERRO, J. R. A essência da Ferramenta ”Mapeamento do fluxo de valor”, Lean Institute Brasil, 2006. Disponível em:

GHINATO, P. Elementos fundamentais do sistema Toyota de produção. In: ALMEIDA, A. T.; SOUZA, F. M. C. Produção e competitividade: aplicações e inovações. Recife: UFPE, pp 31-59, 2000.

GIL, A. C. Métodos e técnicas de pesquisa social. 6a ed. São Paulo: Atlas, 2008.

HINES, P. et al. Staying Lean: Thriving. Not Just Surviving, Lean Enterprise Research Centre, Cardiff, 2008. Disponível em:

HOLWEG, M. The genealogy of lean production. Journal of Operations Management., vol. 25, n. 2, pp. 420-437, 2007. Disponível em: < http://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0272696306000313>

JADHAV, J. R.; MANTHA, S. S.; RANE, S. B. Exploring barriers in lean implementation. International Journal Of Lean Six Sigma, India, v. 5, n. 2, p. 122-148, 2013. Disponível em: .

LIKER, J. K.; MEIER, D. Modelo Toyota - Manual de Aplicação: Um Guia Prático Para a Implementação dos 4Ps da Toyota. Porto Alegre: Bookman, 2007.

MIGUEL, P. A. C. Estudo de caso na engenharia de produção: estruturação e recomendações para sua condução. Revista Produção, vol 17, n. 1, pp. 216-229, 2007. Disponível em:

MEDEIROS, M. L. (2011). Gestores escolares: Um estudo das características e práticas administrativas presentes na gestão de escolas públicas com melhor desempenho relativo do Estado de São Paulo. Ribeirão Preto. Disponível em:

MORAIS, J. A. O; OLIVEIRA, B. M. G.; SANTOS, A. B. Características da gestão da qualidade e da redução de desperdício em indústrias de alimentos brasileiras: estudos de caso. IN: Jornadas de Jóvenes Investigadores de AUGM, 18., 2010. Anais... Santa Fe, Argentina, 2010.

MOUSA, A. Lean, Six sigma and Lean six sigma overview. International Journal of Scientific & Engineering Research, vol. 4, issue 5, ISSN 2229-5518 IJSER © 2013. Disponível em:

OHNO, T. O Sistema Toyota de Produção Além Da Produção. Porto Alegre: Bookman, 1997.

PENCZKOSKI, D. P; PEDROSO, B.; PILATTI, L. A. Dificuldades da implantação do programa Seis Sigma. 4º Encontro de Engenharias e Tecnologias dos Campos Gerais, Ponta Grossa/PR, 2008. Disponível em: http://www.4eetcg.uepg.br/oral/70_1.pdf

PEREIRA, N. A. Material para a disciplina de Tópicos de Administração na Produção, 2008.

PERIN, P. C. Metodologia de padronização de uma célula de fabricação e de montagem, integrando ferramentas de produção enxuta. Dissertação (Mestrado) – Escola de Engenharia de São Carlos, Universidade de São Paulo, São Carlos, 2005.

QUEIROZ, M. A. Lean Seis Sigma. Como integrar o lean manufacturing com o seis sigma. Banas Qualidade. São Paulo, ano XVI, n.178, p.40-50, 2007.

RIBEIRO, H. A Bíblia dos 5 S da Implantação à Excelência. Salvador: Casa da Qualidade, 2006.        

 

ROTONDARO, G. Seis Sigma: Estratégia Gerencial para a Melhoria de Processos, Produtos e Serviços. 1 ed. São Paulo: Atlas, 2002.

SANTOS, J., WYSK, R. A.; TORRES, J. M. Otimizando a produção com a metodologia Lean.. São Paulo: Leopardo, 2009.

SANTOS, A. B.; MARTINS, M. F. Contribuições do Seis Sigma: estudos de caso em multinacionais. Produção [online], vol. 20, n.1, 42-53. ISSN 0103-6513, 2010. Disponível em:

SANTOS, A. B.; ANTONELLI, S. C. Aplicação da abordagem estatística no contexto da gestão da qualidade: um survey com indústrias de alimentos de São Paulo. Gestão & Produção, São Carlos, v. 18, n. 3, p. 509-524, 2011.

SCHERRER-RATHJE, M.; BOYLE, T. A.; DEFLORIN, P. Lean, take two! Reflections from the second attempt at lean implementation. Business Horizons, vol. 52, pp. 79-88, 2009. Disponível em:

SERENO, B., DA SILVA, D. S. A., LEONARDO, D. G., SAMPAIO, M. Método híbrido CONWIP/KANBAN: um estudo de caso. Gestão e Produção [online], vol. 18, n. 3, pp. 651-672, 2011. Disponível em:

SHIMIZU, U. K.; BASSO, L. F. C.; NAKAMURA, W. T. Produção enxuta e desempenho de mercado: uma análise para o setor de máquinas e implementos agrícolas no Brasil. In: Simpósio de Administração da produção, logística e operações internacionais (Simpoi), 9., 2006, São Paulo.Anais... São Paulo: FGV-EAESP.     

SLACK, N., CHAMBERS, S.; JOHNSTON, R. Administração da produção. São Paulo: Atlas, 2009.

SNEE, R.; HOERL, R. W. Six Sigma Beyond the Factory Floor. New Jersey: Pearson Prentice Hall, 2005.

SNEE, R. D. Lean Six Sigma: getting better all the time. International Journal of Lean Six Sigma., vol. 1, n. 1, pp. 9-29, 2010. Disponível em: < http://www.emeraldinsight.com/doi/abs/10.1108/20401461011033130>

SOUZA, R. V. B.; CARPINETTI, L. C. R. A FMEA-based approach to prioritize waste reduction in lean implementation. International Journal of Quality & Reliability Management, Brazil, v. 31, n. 4, p. 346-366, 2013. Disponível em:< http://dx.doi.org/10.1108/IJQRM-05-2012-0058>.

SUGAI, M., McINTOSH, R. I.; NOVASKI, O. Metodologia de Shigeo Shingo (SMED): análise crítica e estudo de caso. Gestão e Produção [online], vol. 14, n. 2, pp. 323-335, 2007. Disponível em:< http://www.scielo.br/pdf/gp/v14n2/09.pdf>

TEICH, S. T. T.; FADDOUL, F. F. Lean Management-The Journey from Toyota to Healthcare. Rambam Maimonides Med Journal, v. 4, n. 2, p 1-9, 213. Disponível em:< http://www.rmmj.org.il/userimages/258/1/PublishFiles/265Article.pdf>.

TREVISAN, B. M. Uma avaliação sobre uso do enfoque estatístico do seis sigma e sua contribuição para o aprimoramento do pdp em indústrias de alimentos. 2013. Disponível em: .

TRAD, S.; MAXIMIANO, A. C. A. Seis Sigma: Fatores Críticos de Sucesso para sua Implantação. Rev. adm. contemp. [online], vol.13, n.4, pp. 647-662. ISSN 1982-7849, 2009. Disponível em:< http://www.scielo.br/pdf/rac/v13n4/a08v13n4.pdf>

VENANZI, D.; LAPORTA, B. P. Lean six sigma. South American Development Society Journal, v. 1, n. 2, p. 66, 2015. Disponível em: < http://www.sadsj.org/index.php/sadsj/article/view/21>

WERKEMA, M. C. C. Criando a Cultura Lean Seis Sigma. Rio de Janeiro: Elsevier, 2012.

WOMACK, J. P.; JONES, D. T.; ROOS, D. A máquina que mudou o mundo. 1 ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2004.

YIN, R. K. Estudo de