Modelo PEPSE com a aplicação do mapa de variáveis: um estudo comparativo entre 2006 e 2010 avaliando o desempenho da sustentabilidade empresarial da Cotribeta após turbulências mercadológicas

Elvis Silveira Martins, Carlos Ricardo Rossetto, Elaine Ferreira, Adriana Marques Rossetto

Resumo


O objetivo da presente pesquisa foi o de comparar o grau de sustentabilidade corporativa de uma cooperativa gaúcha nos anos de 2006 e 2010, utilizando o Modelo de Planejamento Estratégico para a Sustentabilidade Empresarial e o Mapa de Variáveis. O trabalho foi estruturado com base em uma pesquisa qualitativa, valendo-se de um estudo de caso, onde as informações foram coletadas por meio de entrevista semi-estruturadas com vinte e cinco funcionários em 2006 como base para os estudos de uma dissertação de mestrado, e devido a re-estruturação da organização com cinco funcionários em 2010. Depois de preparado o mapa de variáveis utilizadas no modelo PEPSE, foram identificadas as variáveis que tiveram alta, média e baixa evidência durante a elaboração do diagnóstico estratégico do objeto de estudo. Os resultados demonstraram que empresa obteve um declínio no grau de referência da dimensão ambiental e social no ano de 2010 causado pela crise que a empresa enfrentou em 2008 e 2009, o que levou a direção a cortar drasticamente os investimentos em todas as áreas e reposicionando a empresa em um novo grau de sustentabilidade. A Cotribeta demonstrou ter um grau de sustentabilidade empresarial no ano de 2006 classificado como potencial sustentável regular e no ano de 2010 como potencial sustentável crítico.

Palavras-chave


Sustentabilidade empresarial. Modelo PEPSE. Mapa de variáveis PEPSE.

Texto completo:

PDF