Uma análise da satisfação dos consumidores da feira de economia solidária de Santa Maria

Leoni Pentiado Godoy, Jonathan Mendes Ferreira, Silvana Gonçalves de Almeida, Taís Pentiado Godoy, Mario Luiz Santos Evangelista

Resumo


As feiras de economia solidária se destacam cada vez mais no setor econômico mundial. O grande desafio é oferecer produtos e serviços com qualidade aos consumidores, que se tornam mais exigentes e críticos. Este trabalho tem como objetivo avaliar a qualidade dos produtos e serviços oferecidos pela feira de economia solidária de Santa Maria, RS, bem como identificar as variáveis das dimensões da qualidade que superam as expectativas dos clientes e aquelas que deixam a desejar. Para a coleta de dados foi elaborado um questionário adaptado do modelo SERVQUAL, para mensurar a satisfação dos consumidores, no qual avaliam as dimensões de qualidade: aspectos físicos, confiabilidade, responsividade, empatia, credibilidade e acesso, por meio de perguntas fechadas na escala de Likert com 5 classificações. Para análise dos dados utilizou-se o Teste de Wilcoxon e Correlação de Spearman. Os dados foram tratados por meio do Software Statistic 7.0. Os resultaram mostraram que, no geral, a feira de economia solidária de Santa Maria apresenta resultados satisfatórios na percepção e expectativa dos consumidores, porém apresentando oportunidades de melhoria.

Palavras-chave


Qualidade. Economia solidária. Trabalho e renda.

Texto completo:

PDF