Gestão de resíduos na indústria têxtil e sua relação com a qualidade da água: estudo de caso

Marluce Teixeira Andrade Queiroz, Leonardo Ramos Paes de Lima, Lucas Barbosa Alvim, Monica Maria Diniz Leão, Camila Costa Amorim

Resumo


A indústria têxtil se caracteriza pelos elevados consumo de água e geração de efluentes, contendo compostos recalcitrantes, muitos destes passíveis de acumulação em organismos vivos, podendo atingir concentrações superiores à dose letal, notadamente em invertebrados e peixes, demandando assim intervenções específicas visando à efetiva descontaminação. Há ainda a necessidade de tratamento e destinação adequados dos resíduos sólidos. Nesse contexto, foi feito um estudo de caso com vista à proposição de medidas para redução da geração de resíduos e manejo dos mesmos a fim de aplicar conceitos da Produção Mais Limpa (P+L). As principais ações propostas para o gerenciamento dos efluentes líquidos foram relacionadas à mudança na tecnologia de tratamento, à alteração da dose/substituição do coagulante e à redução do consumo de água. Já para os resíduos sólidos tem-se o estabelecimento de procedimentos mais adequados para o manejo, capacitação dos funcionários e adequações no programa de manutenção preventiva e corretiva dos equipamentos.


Palavras-chave


Compostos recalcitrantes; Oxidação avançada; Resíduos industriais; Produção mais limpa

Texto completo:

PDF/A

Referências


ABNT. Associação Brasileira de Normas Técnicas. NBR 10.004: Resíduos sólidos – Classificação. Rio de Janeiro: ABNT, 2004. 71 p.

ALATON, I. A.; BALCIOGLU, I. A.; BAHNEMANN, D. W. Advanced oxidation of a reactive dyebath effluent: comparison of O3, H2O2/UV-C and TiO2/UV-B processes. Water Research, v. 36, p. 1143-1154, 2002.

AMARAL, B.; DE ARAUJO, J. A.; PERALTA-ZAMORA, P. G.; NAGATA, N. Simultaneous determination of atrazine and metabolites (DIA and DEA) in natural water by multivariate electronic spectroscopy. Microchemical Journal (Print), v. 117, p. 262-267, 2014.

AMBRÓSIO, S. T.; CAMPOS-TAKAKI, G. M. Decolorization of reactive azo dyes by Cunninghamella elegans UCP 542 under co-metabolic conditions. Bioresource Technology, v. 91, p. 69-75, 2004.

APHA. American Public Health Association. Standard methods for the examination of water and wastewater. 21.ed. Washington, D.C.: American Public Health Association, 2005.

BASTIAN, E. Y. O. Guia técnico ambiental da indústria têxtil. São Paulo: CETESB; SINDITEXTIL, 2009. 85 p.

BAUTISTA, P.; MOHEDANO, A. F.; CASAS, J. A.; ZAZO, J. A.; RODRIGUEZ, J. J. An overview of the application of Fenton oxidation to industrial wastewaters treatment. Journal of Chemical Technology and Biotechnology, v. 83, p. 1323-1338, 2008.

BRASIL. Conselho Nacional de Meio Ambiente. Resolução no 357, de 17 de março de 2005. Dispõe sobre a classificação dos corpos de água e diretrizes ambientais para o seu enquadramento, bem como estabelece as condições e padrões de lançamento de efluentes, e dá outras providências. Brasil, 2005.

BRASIL. Conselho Nacional de Meio Ambiente. Resolução no 430, de 13 de maio de 2011. Dispõe sobre condições e padrões de lançamento de efluentes, complementa e altera a Resolução no 357, de 17 de março de 2005, do Conselho Nacional do Meio Ambiente – CONAMA. Brasil, 2011.

BRASIL. Lei N° 12.305, de 2 de agosto de 2010. Institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos; altera a Lei nº 9.605, de 12 de fevereiro de 1998, e dá outras providências. Disponível em: . Acesso em: 02 jun. 2016.

CANIATO, F.; CARIDI, M.; CRIPPA, L.; MORETTO, A. Environmental sustainability in fashion supply chains: An exploratory case based research. International Journal Production Economics. v. 135, p. 659 - 670, 2012.

CASTILHOS JR, A. B.; PRIM, E. C. C.; PIMENTEL, F. G. Utilização de Lodo de ETA e ETE como Material Alternativo para Cobertura de Aterro Sanitário. Estudos Tecnológicos, v. 7, p. 25-32, 2011.

CASTRO, A. D. J; PINHEIRO, A.; GINORIS, Y. P. Aplicação do Método de Soluções de Problemas (PDCA) em um sistema de tratamento de efluentes de indústria frigorífica de aves. Revista Ambiente & Água, v. 6, p. 221-238, 2011.

CAVALCANTE, L. S.; BATISTA, N. C.; BADAPANDA, T.; COSTA, M. G. S.; LI, M. S.; AVANSI, W.; MASTELARO,V. R.; LONGO, E.; ESPINOSA, J. W. M.; GURGEL, M. F. C. Local electronic structure, optical bandgap and photoluminescence (PL) properties of Ba(Zr0.75Ti0.25)O3 powders. Materials Science in Semiconductor Processing, v. 16, p. 1035-1045, 2013.

CHAGAS, E.; DURRANT, L. R. Decolorization of azo dyes by Phanerochaete chrysosporium and Pleurotus sajor – caju. Enzymeand Microbial Technology, v. 29, p. 473-477, 2001.

CHRISTOFARO, C.; LEÃO, M. M. D. Avaliação de risco ecológico na prevenção da poluição de produtos auxiliares do setor têxtil. Engenharia Ambiental: Pesquisa e Tecnologia, v. 3, p. 36-53, 2009.

CISNEROS, R. L.; ESPINOZA, A. G.; LITTER, M. I. photo degradation of an azo dye of the textile industry. Chemosphere, v. 48, p. 393, 2002.

CPRH. Companhia Pernambucana do Meio Ambiente. Roteiro complementar de licenciamento e fiscalização para tipologia têxtil. Recife: CPRH/GTZ, 2001. 125 p.

FIESP. Federação das Indústrias do Estado de São Paulo: Programa eficiência industrial em sistemas motrizes. Disponível: , Acesso: 18/04/2015.

GABRIEL, A. P.; SANTANA, R. M. C.;VEIT, H. M. Evaluation of recycled polymers from CRT monitors frames of different years of manufacture. Progress in Rubber, Plastics and Recycling Technology, v. 30, p. 55-66, 2014.

GONÇALVES, J. E. L. Processo, que processo? RAE. Revista de Administração de Empresas, v. 40, p. 47-51, 2002.

GUARATINI, C. C. I.; ZANONI, M. V. Corantes têxteis. Química Nova, v. 23, n. 1, p. 71-77, 2000.

GUILHERME, C. M. Desempenho do floculador de manta de lodo associado adecantador de alta taxa no tratamento de água de abastecimento. Dissertação (Mestrado em Engenharia Civil). Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, UNESP. São Paulo. 2009.

JARDIM, W. F.; PASQUINI, C.; GUIMARÃES, J. R.; FARIA, L. C. Short-term toxicity test using Escherichia coli: Monitoring CO2 production by flow injection analysis. Water Research, v. 24, p. 351-354, 1990.

KAMMRADT, P. B. Remoção de cor de efluentes de tinturarias industriais de processo de oxidação avançada. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Recursos Hídricos e Ambiental). Departamento de Hidráulica e Saneamento, Universidade Federal do Paraná. Curitiba, 2004.

KARCI, A. Degradation of chlorophenols and alkylphenolethoxylates, two representative textile chemicals, in water by advanced oxidation processes: The state of the art on transformation products and toxicity. Chemosphere, v. 99, p. 1-18, 2014.

LANGE, L. C. et al. Processos Construtivos de Aterros Sanitários: Ênfase no Estudo de Camadas de Cobertura como Mecanismo de Controle da Geração de Lixiviados. In: CASTILHOS JUNIOR, A.B. (Org.). Gerenciamento de resíduos sólidos urbanos com ênfase na proteção de corpos d'água; prevenção, geração e tratamento de lixiviados de tratamento de lixiviados de aterros sanitários. 1.ed. Rio de Janeiro: ABES, 2006, v. 1, p. 109-208.

LEDAKOWICZ, S.; SOLECKA, M.; ZYLLA, R. Biodegradation, decolouization and detoxification of textile wastewater enhanced by advanced oxidation processes. Journal of Biotechnology, v. 89, p. 175-184, 2001.

MANENTI, D. R. et al. Performance evaluation of different solar advanced oxidation processes applied to the treatment of a real textile dyeing wastewater. Environmetal Science and Pollution Research International (Internet), v. 22, p. 833-845, 2015.

MELLO, C. E. F., DIAS, H. C. T., LEITE, M. G. P., REZENDE, M. A. P. Caracterização fisiográfica da cobertura florestal nativa e do produtor rural do alo rio do peixe. Alvinópolis, Minas Gerais, 2010. Disponível em: . Acesso em: 23 mai. 2016.

MIERZWA, J. C.; SILVA, M. C. C.; RODRIGUES, L. D. B.; HESPANHOL, I. Tratamento de água para abastecimento público por ultrafiltração: avaliação comparativa através dos custos diretos de implantação e operação com os sistemas convencionais e convencionais com carvão ativado. Engenharia Sanitária e Ambiental, v. 13, n. 1, p. 78-87, 2008.

MINAS GERAIS. Conselho Estadual de Política Ambiental – COPAM; Conselho Estadual de Recursos Hídricos do Estado de Minas Gerais – CERH-MG. Deliberação Normativa Conjunta COPAM/CERH-MG nº 01, de 05 de maio de 2008. Sobre a classificação dos corpos de água e diretrizes ambientais para o seu enquadramento, bem como estabelece as condições e padrões de lançamento de efluentes, e dá outras providências. Minas Gerais, 2008.

MOLINARI, R.; PALMISANO, L.; DRIOLLI, E. Studies on various reactor configurations for coupling photocatalysis and membrane processes in water purification. Journal of Membrane Science, v. 206, n. 1-2, p. 399-415, 2002.

MUNAWAR, A. et al. Snake venom analyses show the specificity of the peptide composition at the level of genera naja and notechis. Toxins, v. 6, p. 850-868, 2014.

NADAE, J. et al. Método para desenvolvimento de práticas de gestão integrada em clusters industriais. Produção (São Paulo. Impresso), v. 24, p. 776-786, 2014.

NANDI, L. G. et al. A simple protocol for the visual discrimination of natural cyclodextrins in aqueous solution using perichromic probes. Spectrochimica Acta. Part A, Molecular and Biomolecular Spectroscopy (Print), v. 136, p. 1600-1606, 2015.

NIEBISCH, C. H.; FOLTRAN, C.; SERRA DOMINGUES, R. C.; PABA, J. Assessment of Heteroporus biennis secretion extracts for decolorization of textile dyes. International Biodeterioration & Biodegradation, v. 88, p. 20-28, 2014.

PADILHA, M. L. Indicadores de desenvolvimento sustentável para o setor têxtil. Tese (Doutorado em Saúde Pública). Faculdade de Saúde Pública, Universidade de São Paulo. São Paulo, 2009.

PEREIRA, A. R. et al. Evaluation of Textile Dye Degradation Due to the Combined Action of Enzyme Horseradish Peroxidase and Hydrogen Peroxide. Applied Biochemistry and Biotechnology, v. 174, p. 1, 2014.

PINHEIRO, H. M.; TOURAD, E.; THOMAS, O. Aromatic amines from azo dye reduction: status review with emphasis on direct UV spectrophotometric detection in textile industry wastewaters. Dyesand Pigments, v. 61, p. 121-139, 2004.

QUEIROZ; M. T. A. et al. Produção Mais Limpa: fenton homogêneo no tratamento de efluentes têxteis. In: Simpósio de Gestão e Tecnologia, 8. Anais. Resende, Rio de Janeiro: Associação Educacional Dom Bosco, 2011.

ROBINSON, T.; McMULLAN, G.; MARCHANT, R.; NIGAN, P. Remediation of dyes in textile effluent: a critical review on current treatment technologies with a proposed alternative. Bioresource Technology, v. 77, n. 3, p. 247-255, 2001.

SALGADO, B. C. B. et al. Descoloração de efluentes aquosos sintéticos e têxtil contendo corantes índigo e azo via processos Fenton e fotoassistidos (UV e UV/H2O2). Engenharia Sanitária e Ambiental, v. 14, n. 1, jan./mar., 2009.

SARRIA, V.; PARRA, S.; ADLER, N.; PÉRINGER, P. Recent developments in the coupling of photoassisted and aerobic biological processes for the treatment of biorecalcitrant compounds. Catalysis Today, v. 76, n. 15, p. 301-315, 2002.

SINDTÊXTIL.SINDICATO DAS INDÚSTRIAS TÊXTEIS DO ESTADO DE SÃO PAULO. (2009). Disponível: . Acesso em: 24 de fevereiro de 2015.

TERRES, J.; BATTISTI, R.; ANDREAUS, J.; JESUS, P. C. Decolorization and degradation of Indigo Carmine dye from aqueous solution catalyzed by horseradish peroxidase. Biocatalysis and Biotransformation, v. 32, p. 64-73, 2014.

UNIDO. UNITED NATIONS INDUSTRIAL DEVELOPMENT ORGANIZATION. Manual on the development of cleaner productions policies: approaches and instruments. Viena, 2002. 141p. The Electronic Farmer. Disponível: Acesso em: 24 de fevereiro de 2015.

VON SPERLING, M. Introdução à qualidade das águas e ao tratamento de esgotos. In: VON SPERLING, M (Org.). Princípios do tratamento biológico de águas residuárias, v. 1. 3. ed. Belo Horizonte: DESA, UFMG, 2007. 456p.

XAVIER, F. L. Avaliação da gestão de resíduos só lidos de empresa de reflorestamento em Don Eliseu no estado do Pará. Dissertação de Mestrado (Pós-graduação em gestão ambiental de empresas) - Instituto A Vez do Mestre. Imperatriz, 2012, 50p.

WESENBEG, D.; KYRIAKIDES, I.; AGATHOS, S. N. White-rot fungi and their enzymes for the treatment of industrial dye effluents. Biotechnology Advances, v. 22, p. 161-187, 2003.

ZOLIN, C. A. et al. The first Brazilian municipal initiative of payments for environmental services and its potential for soil conservation. Agricultural Water Management (Print), v. 137, p. 75-83, 2014.