O olhar estético e a ação poética para o redescobrimento da subjetividade criadora dos professores

Julio Romero Rodriguez

Resumo


Este texto relata e analisa uma experiência diferenciada para ensinar a arte na formação inicial de professores. A abordagem contrasta com alguns modos tradicionais de pensar sobre arte, cultura e criação. Nosso modo de abordar a arte e educação centra-se no olhar estético, na criatividade estendida ou compartilhada, no poder poético das palavras. Ou seja, ajudam as futuras professoras e professores a redescobrir as próprias capacidades e reconhecer as dos outros. Nossa perspectiva propõe que, ao recuperar a experiência estética como chave da criação, investe-se na reconstrução da própria subjetividade criadora (a partir da experiência e da capacidade, e não da carência ou à distância). Expõem-se aqui algumas destas ideias, em relação com experiências desenvolvidas com alunas do Curso Pedagogia da UFSC.


Palavras-chave


Olhar Estético; Criatividade; Formação de Professores.

Texto completo:

PDF/A

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


EntreVer, ISSN 2237-6674, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.